10 de novembro de 2012

Devocionais [5]: Essência


Por Jocteel Salles

Guardamos muitas coisas... Guardamos dinheiro, guardamos lembranças, boas ou ruins, guardamos segredos, guardamos elogios, guardamos diplomas, medalhas e troféus, guardamos cartas, guardamos aquela música, aquele perfume, guardamos o número de telefone da pizzaria, guardamos o carro, a bicicleta ou o velotrol. Guardamos tudo o que é importante para nós. 

Provérbios de Salomão, capítulo 4, verso 23 diz: “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida”. 

Por que diria isto o sábio rei Salomão?

No evangelho de Mateus, capítulo 6, verso 21, encontramos as palavras de Jesus no sermão do monte: “Porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” 

O coração, mediante movimentos ritmados, bombeia sangue para todo o corpo humano, levando material nutritivo e oxigênio às células: levando a vida. O coração também pode significar a parte das emoções de um indivíduo, suas motivações e reais intenções. O coração diz a respeito da essência de uma vida, é a parte interna, central e a mais importante. 

O rei Salomão apesar de sua sabedoria não guardou o coração da idolatria. Amou muitas mulheres estrangeiras que lhe perverteram o coração para seguir outros deuses. Sendo já velho o seu coração não era de todo fiel para com o Senhor, não perseverou em guardar a aliança com Deus e os Seus estatutos. (1 Reis 11: 1-13)


Em dias como os nossos, convém ressaltar a importância de guardarmos o coração como nunca antes, guardarmos a fé e o amor em Cristo Jesus. A Palavra nos diz: “E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará” (Mateus 24:12). Pecamos quando paramos de amar ao Pai e ao que Ele ama. O amamos quando nos relacionamos com Ele. 

Que possamos dizer como o Salmista no versículo 11 do Salmo 119: “Guardo no coração as tuas palavras para não pecar contra ti”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...