3 de setembro de 2012

Pergunta do Leitor (2)


Pergunta: É de nosso inteiro conhecimento que todos os discípulos de Jesus morreram. Como então explicar a afirmação de Jesus em Mateus 16.28? (Leitor Júnior)

Resposta: O versículo citado pelo leitor acima diz o seguinte:
"Em verdade vos digo que alguns há, dos que aqui estão, que não provarão a morte até que vejam vir o Filho do homem no seu reino."
Essa questão refere-se a quando acontecerá e não se aconteceria. Bem, existem pelo menos 3 argumentos diferentes que explicam esta citação de Jesus:


1) Alguns sugerem o dia de Pentecostes, em Atos 2, como a possível consumação desta profecia, quando o Consolador de Cristo, o Espírito Santo, desceu sobre os apóstolos. No 14º capítulo do evangelho de João, Jesus promete a vinda do Espírito Santo e no início de Atos (1:4-8), ele recomenda os discípulos a não se afastarem de Jerusalém até se cumprir a promessa feita. 

2) Outros ainda sugerem que o versículo poderia ser uma referência ao ano 70 d.C. quando ocorreu a destruição de Jerusalém e do templo. Isso significa que Jesus voltaria para trazer juízo à cidade que O rejeitara e O crucificara. Embora seja uma possível explicação, ela não leva em conta que a promessa de Mateus 16:28 é para os crentes ("dos que aqui estão") e não simplesmente uma volta em juízo para com os incrédulos. Nem ainda o juízo sobre Jerusalém no ano 70 d.C. corresponde adequadamente à expressão "até que vejam vir o Filho do Homem no seu reino", que é uma frase que tem algo que ver com a Sua segunda vinda (cf. Mt 26:64). Também não explica pois o próprio Jesus não apareceu em Jerusalém no ano 70.

3) Uma terceira e mais plausível explicação é que essa é uma referência à aparição de Cristo em sua glória no Monte da Transfiguração, cujo relato começa precisamente no versículo seguinte (17:1). Nessa passagem Cristo aparece literalmente numa forma glorificada, e alguns dos seus apóstolos (Pedro, Tiago e João) lá estão para testemunhar o que aconteceu. Essa experiência da transfiguração certamente foi apenas um antegozo da sua segunda vinda, quando todos os crentes o verão, vindo em poder e grande glória (cf. At 1:11; Ap 1:7).

Tem alguma pergunta? Talvez possamos ajudá-lo! Envie-nos clicando aqui.

Adaptado de:
GEISLER, Norman; HOWE, Thomas. Manual Popular de dúvidas 

enigmas e "contradições" da Bíblia. São Paulo: Mundo Cristão,1999. 220 p.


Leandro Duarte

3 comentários:

  1. A paz....por favor essas respostas não serviram e nem convenceram...poderia ser mais claro ou esta errada essa passagem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dione, qual seria a sua objeção às respostas apresentadas?

      Abraços!

      Excluir
  2. O que ele estava querendo dizer ali é que alguns veriam porque as pessoas continuariam morrendo pelo ciclo natural da vida, e só os que ficassem vivos é que veriam. O que você você está fazendo é uma tremenda forçação de barra. Seu argumento cai por terra diante dos seguinte textos:

    1 Revelação de Jesus Cristo, a qual Deus lhe deu, para mostrar aos seus servos as coisas que BREVEMENTE devem acontecer; e pelo seu anjo as enviou, e as notificou a João seu servo; (Apocalipse 1:1 - Aqui é no inicio da profecia)

    E disse-me: Estas palavras são fiéis e verdadeiras; e o Senhor, o Deus dos santos profetas, enviou o seu anjo, para mostrar aos seus servos as coisas que em BREVE hão de acontecer. (Apocalipse 22:6 - Aqui é no final da profecia)

    Como você pode ver, a profecia foi dada exatamente por Jesus Cristo a João, e tanto no primeiro capítulo, quanto no último, diz-se que tudo aconteceria brevemente.

    Então me disse: "Não sele as palavras da profecia deste livro, pois o tempo está próximo. (Apocalipse 22:10)

    E Já que a profecia foi dada por Jesus a João, vamos ver o que ele diz em relação ao fim dos tempos no livro de Mateus.

    Tendo Jesus se assentado no monte das Oliveiras, os discípulos dirigiram-se a ele em particular e disseram: "Dize-nos, quando acontecerão essas coisas? E qual será o sinal da tua vinda e do fim dos tempos? " (Mateus 24:3)

    Seria bom que você lesse todo o restante de Mateus 24 para ficar por dentro de cada detalhe. Eu vou destacar somente algumas coisas especiais para corroborar com o meu argumento.

    Nação se levantará contra nação, e reino contra reino. Haverá fomes e terremotos em vários lugares. (Mateus 24:7)

    E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim. (Mateus 24:14)

    Porque haverá então grande tribulação, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem jamais haverá. (Mateus 24:21)

    "Imediatamente após a tribulação daqueles dias ‘o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz; as estrelas cairão do céu, e os poderes celestes serão abalados’.
    "Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória. (Mateus 24:29, 30)

    Assim também, quando virem todas estas coisas, saibam que ele está próximo, às portas. (Mateus 24:33)

    Agora preste muito atenção no versículo seguinte:

    Eu lhes asseguro que não passará esta geração até que todas essas coisas aconteçam. (Mateus 24:34)

    Como você pode ver, tudo isso que antecede Mateus 24:34 deveria acontecer naquela época mesmo, como está explicito nesse último versículo. E isso também corrobora com o livro de Apocalipse. Para você ter ideia, os primeiros cristãos na época aguardavam à sua volta de forma inequívoca. Paulo, por exemplo, disse:

    "Nós, os vivos, os que ficarmos até a vinda do Senhor, de modo algum procederemos os que dormem" (1 Tessalonicenses 4:15)

    Pedro também afirmou:

    "Ora, o fim de todas as coisas está próximo" (1 Pedro 4:7)

    Se Jesus disse que as coisas aconteceriam em breve para João, como está no livro do Apocalipse, e em Mateus diz de forma explícita e muito clara que todos aqueles eventos aconteceriam naquela geração, e ainda temos de forma muito evidente que a igreja primitiva aguardava sua vinda ali naquela época mesmo, não posso, de maneira nenhuma, forçar a barra distorcendo o que Jesus disse só para ficar de acordo com aquilo que quero acreditar. Eu estou sendo 100% bíblico aqui. Se isso não bate com a realidade, não posso fazer absolutamente nada. Se você encontrasse isso em qualquer outra bíblia do mundo, tenho convicção de que você apoiaria o que eu estou dizendo; como isso questiona sua fé, sua consciência automaticamente procurará uma forma de dribla-la, mesmo a custo de invalidar ou distorcer o próprio texto. É o que eu chamo de auto-sabotagem.

    ResponderExcluir


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...